O mundo da Emily Greco

Emily Greco é uma personagem imaginária que vem nos acompanhar em viagens em busca da identidade existencial.

Ela vive em muitos lugares, simplesmente porque é um viandante nos tempos da globalização. Assim é o seu destino ou pelo menos assim foi plasmada nos romances que descrevem as suas aventuras. Comtudo, é claro, no que ela verdadeiramente aspira (um desejo ardente, causa da sua existência) é de vir e alojar-se nos nossos corações.

De facto, embora Emily Greco viva em vários lugares, às vezes exóticos, e em tempos únicos, as suas histórias certamente nos lembrarão as nossas. Talvez o que a torna única é a sua quase mania de entrar no papel de Barão de Münchhausen. Com a sua varinha mágica, ela cria a história e entra nela. Porque, a vida é um milagre, e Emily Greco vive-a assim: com admiração e fascinação.

Como um Ulisses moderno, em versão feminina, ela nos alicia com suas aventuras e nos solicita a vivê-las mentalmente, navegando para o Grande Sul e certamente para ilhas com “tesouros” escondidos. Efetivamente, a Emily Greco tem o seu “ateliê” numa terra catalítica, as ilhas de Cabo Verde.